Fera foi tentar a entrevista!

Jimi Joe e Wander Wildner fizeram o show acústico em Venâncio

Jimi Joe e Wander Wildner fizeram o show acústico em Venâncio

Quando dois eventos com apelo jovem movimentam o fim de semana, o jeito é se dividir para dar conta das coberturas. Por sermos diferentes, eu e a Anaa não tivemos problemas em definir a programação. Ela foi ao show do Hugo Pena e Gabriel. Eu fui assistir ao Wander Wildner.

A ansiedade de fazer a primeira entrevista com artista sozinha (as demais foram em coletivas de imprensa) e o medo de ser xingada (eu sabia que o músico em questão tinha um histórico mal-humorado com fãs e repórteres). Com esses sentimentos, parti para o Butecco, onde estava marcada a conversa.

Ele deveria chegar às 19h. Desembarcou às 21h. Não bastasse o atraso de duas horas, o roqueiro precisava passar som. Eram 21h30 quando eu, faminta e com horário marcado para me encontrar com os amigos, combinei que voltaria, antes da meia-noite, ao bar. A ideia era ser recebida, antes do show, no camarim.

A segunda tentativa da entrevista começou por volta das 23h, quando cheguei e encontrei o Leandro: “E aí? Posso ir pro camarim?”. “Pois é, ele não voltou da janta ainda”, respondeu o organizador da festa.

Fim da história: não precisei aguardar só até o fim do show como tive que esperar até o encerramento da sessão de fotos e autógrafos e do encontro familiar (sendo Wander um filho da Capital do Chimarrão, nada mais natural que a apresentação se transformasse em uma reunião de família).

Esperei um momento de distração do público e do próprio artista, toquei o braço do meu alvo e disse, o mais rápido que pude: “Wander, eu tô te esperando desde às 19h. Preciso de uma entrevista. É rapidinho”.

Fui recebida na cozinha mesmo. Mas ao fim da entrevista, toda a correria e a espera valeram a pena: seu Wildner estava sorrindo pra mim! Aproveitei aquela demonstração de simpatia para pedir uma foto e um autógrafo (afinal, também admiro pra caramba o som do cara).

E sobre a fama de mal-humorado com fãs e repórteres? Ele respondeu simplesmente: “Depende da abordagem da pessoa!”.

Bem, o resultado dessa aventura você confere na próxima edição do Na Pilha!

 

Flores da Dii

Tags: , ,

3 Respostas to “Fera foi tentar a entrevista!”

  1. sandoval Says:

    É verdade Diana, eu também esperava bater um bom papo com ele antes da função toda do show começar, mas não rolou. Enfim, cabe esperar o momento certo mesmo – claro, com algumas cervejas geladas e um bom rock-punk-brega ou seja lá o que for.

    *Hey! Achei engraçado o teu comentário: “momento reunião de família”…rsrsrs

    T+
    bjss

  2. Rita Says:

    Como diria o Mestre Dione Jung:
    “Persevéras e triunfarás!”

    Tudo é questão de momento e ir com tudo.
    Viu?
    Aprendo assistindo o Impostor, no Pânico na TV!

    hehehehehehe

    Bjooo

    Sucesso pra vcs!

  3. Diana Says:

    Valeu pelos comentários pessoal!

    Certamente, a questão toda se resume a ter paciência e perseverança!

    E Sandoval, só pra reforçar: achei bem bacana a família se fazer presente para prestigiar o Wander! Poxa, se ele fosse familiar meu, eu estaria morrendo de orgulho (só por ser venâncio-airense já me sinto orgulhosa!).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: