Um perfeito autorretrato

Invadindo a área do amigo Geferson, tomo a liberdade de comentar o show da dupla Kleiton e Kledir, que, conforme já anunciado, aconteceu ontem, domingo, no auditório central da Unisc.

Pois bem, como fã de uma boa música, não poderia deixar de conferir o novo trabalho dos irmãos Ramil. E quem aprecia melodias harmoniosas, movimento sem agressividade, literatura sem livros e poesias transformadas em notas musicais certamente estava na plateia.

O show de lançamento do CD Autorretrato não poderia ter se tornado programa melhor para o domingo. O finalzinho do final de semana foi brindado com ‘Vira Virou’, ‘Deu pra ti’ e ‘Fonte da Saudade’, entre muitos outros sucessos. Das novidades, destaco a ‘Autorretrato’, ‘A dança do sol e da lua’ e ‘Ao sabor do vento’.

Na boa mesmo, só ouvindo para ter uma noção do que essa dupla de artistas é capaz de produzir. Em um tempo de tanto lixo musical nos poluindo os ouvidos através das FMs, é sinal de amor próprio se permitir o contato com um trabalho de qualidade e que ainda leva a marca gaúcha!

Flores da Dii!

Tags:

4 Respostas to “Um perfeito autorretrato”

  1. Anaa Says:

    Dii!!!! Onde já se viu falar assim das FM’s??? Não dá pra generalizar… é como falar do Faustão… até pode ser cansativo aquelas dúzias de atores circulando por lá e falando do quanto aprenderam com os seus personagens… mas de vez em quando, surge um Andrea Boticelli, um quadro sobre leões na África ou coisa do gênero… de tudo, sempre dá para tirar um caldo…

  2. Lorita Says:

    Ana, este caldo tá cada vez mais ralinho, em?

    rs!
    Mas, passei pra choramingar um pouquinho. Não fui no show domingo.

    :s

    Que couuuusa!

    Bjooo

  3. blognapilha Says:

    Hueheueheuehe… é que tu como advogada pode falar… A Dii como comunicadora social não pode ter esses preconceitos… heheheheh…

  4. Diana Says:

    Me desculpa então! Reconheço, publicamente, que, entre os refrões grudentos, as melodias primárias e a pobreza das letras de ALGUNS funks, eletrônicos e sertanejo universitário, até dá pra descolar uma poesia de Skank, por exemplo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: