Plantar e depois colher

E aí, pilhados! Estou de volta, após alguns dias de férias no litoral de Santa Catarina.

E hoje, vamos tratar sobre voluntariado. Um abraço, um sorriso, um gesto concreto, um bom dia, uma ajuda ao próximo. Uma iniciativa solidária pode gerar bons frutos, sabia?

Em Venâncio Aires, o número de clubes de serviço é vasto. Inúmeras pessoas estão envolvidas regularmente com esse eixo e cultivam o tradicional ditado: plantar, para colher no futuro. Um exemplo disso é o Interact Clube, que realiza frequentemente campanhas em escolas do interior do município. Já fui voluntária e aprovo essa ideia.

Em uma conversa com a segunda secretária do Interact Clube, e também diretora da comissão de coordenação do Rotakids, Marina Schneider, descobri que o número de voluntários vem decaindo com o passar do tempo. “O Interact diminuiu muito em sócios”, observa.

Foi em meio a essa conversa que decidi falar sobre o voluntariado. Vocês conhecem algum jovem que esteja participando de algum clube de serviço?

Quando eu ainda disponibilizava de tempo para trabalhos assim, participei do Interact, e foi em meio a campanhas realizadas, que aprendi o quanto coisas pequenas podem tornar o dia de uma criança mais feliz.

Campanhas do refrigerante, campanhas de brinquedos, a tradicional campanha do abraço grátis, os auxílios durante as galinhadas realizadas na festa do padroeiro da cidade, são aprendizados e gestos simples que te fortalecem como pessoa. São essas pequenas coisas que nos fazem crescer.

Mas o que deixa algumas pessoas tristes, é a ausência dos voluntários. Esse é um dos motivos que me fez escrever sobre isso. Onde estão os adolescentes? Onde eles estão aprendendo sobre o valor do próximo? Sobre ajudar a si mesmo, auxiliando os outros? Além disso, o voluntariado traz e faz com que cada um de nós se torne, no futuro, um adulto consciente.

As famílias estão, cada vez mais, incentivando os jovens a buscarem um conhecimento no turno oposto ao da escola. São esses que os deixam sem tempo para ajudar ao próximo ou participar de um clube?

Hoje, após alguns meses afastada, vejo o quanto foi bom participar de um clube, não apenas pelos ensinamentos, mas também pelas amizades adquiridas e de lá levadas para fora.

Mas para quem pensa que só adolescente pode ser voluntário, está enganado. O Rotakids, clube de serviços, coordenado pelo Rotary, é uma das organizações para crianças. Marina, que é responsável também pelo clube do município, conta que, a cada dia que passa, o número de crianças aumenta.

Mas e aí, o que vocês acham de se tornar um voluntário?

Pintura de rosto é uma das atividades realizadas com as crianças que participam das campanhas

Pintura de rosto é uma das atividades realizadas com as crianças que participam das campanhas

Campanha do abraço grátias

Campanha do abraço grátias

Interact realiza também campanhas em escolas de Venâncio

Interact realiza também campanhas em escolas de Venâncio

Sorrisos da Ana Carolina!

Tags:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: