Archive for the ‘Histórias do Dia do Amigo’ Category

As amigas Fê, Taís, Carol e Dani

julho 28, 2009

amigas

O Dia do Amigo continua:

“KUSS,

Nossa amizade começou há uns três ou quatro anos. Nela sempre houve desavenças entre nós, mas nunca acabou, continuava sempre firme e forte.

Agora o destino tentou nos separar. MAS SABEMOS QUE A NOSSA AMIZADE NUNCA IRÁ ACABAR! Continuamos nos encontrando, conversando pelo MSN, pelo Orkut. E principalmente relembrando o que passamos juntas, as fofocas, os segredos, os vários momentos que nenhuma de nós irá esquecer.

Mas enfim, a nossa amizade é inexplicável. O AMOR, O CARINHO que sentimos umas pelas outras nunca vai ser esquecido, não vai se acabar. POIS A AMIZADE VERDADEIRA, NÃO SE ACABA EM UM PISCAR DE OLHOS, MAS SIM, DURA PARA A ETERNIDADE… AMO VOCÊS!”

Taís Schwengber

Anúncios

A amizade de Alana, Douglas e Vanessa

julho 28, 2009
Alana, Douglas e Vanessa

Alana, Douglas e Vanessa

Embora já faça uma semana que aconteceu o Dia do Amigo, o Na Pilha ainda está recebendo depoimentos da galera. Confira mais um:

“Nossa amizade começou na escola Benno Breunig, há cerca de uns cinco anos atrás. Hoje eu e a Alana estudamos lá, mas o Douglas estuda no Caj. Nos encontrávamos todos os dias na escola, mas foi através do MSN que a nossa amizade foi crescendo, começamos a conhecer melhor um ao outro, é como se fosse uma rotina diária.

Com a separação, nossa amizade cresceu mais ainda. No MSN lembramo-nos das histórias, brincadeiras e momentos inesquecíveis que gostaríamos que voltassem.

A cerca de um mês no aproximamos mais ainda por conta de uma notícia muito triste. Uma pessoa muito importante para nós faleceu, deixando arrasados todos que a conheciam.

Sabemos que um dia nós três vamos nos separar novamente, cada um vai seguir seu caminho. Sempre sentiremos saudades das conversas do Msn, Orkut, das tardes de conversas e risadas jogadas fora, alegrias vividas e muitas outras coisas… Mas saberemos que nossa amizade nunca vai acabar. Seremos amigos eternamente. Mesmo que o tempo nos afaste e não os deixe ver mais. Por isso deixamos um recado. “Não deixe que a vida passe em branco, viva o lado bom dela!!! ”

Vanessa

Ainda dá tempo de mandar histórias!

julho 20, 2009

Você já leu todas as histórias de amizade que estão ali em baixo?

Quer mandar a sua também?

Então escreve para a gente!

napilha@folhadomate.com.br

Elas serão postadas aqui no blog!

Beijosss da Anaa!

A amizade de Gabriela e Litchele

julho 20, 2009
Gabriela e Litchele

Gabriela e Litchele

“Março de 2007, foi quando conheci a Gabriela Moraes. Era início do ano letivo, escola nova para ambas, no entanto eu já morava em Venâncio Aires e a Gabriela era recém chegada de São Lourenço do Sul.

Quando nos vimos pela primeira vez, parece que tinha sido ‘pavor à primeira vista’. Eu achei ela irritante, parecia que queria ser mais que todo mundo e que sabia mais que todo mundo. Foi passando dias, semanas, meses e nós nunca trocávamos uma palavra sequer, ela ficava em um lado da sala e eu em outro.

No início de dezembro, a turma resolveu se reunir em um balneário do interior, fazer churrasco e nos divertir, porém a Gabriela não tinha como ir até lá. Acho que pensei umas duzentas vezes até decidir se convidaria ela para ir comigo ou não, no entanto eu convidei e ela aceitou. Acho que a primeira vez que nós conversamos por livre e espontânea vontade foi nesse encontro que a turma vez.

Naquele dia a achei simpática, divertida e parceira, tudo aquilo que eu imaginava sobre ela, não passava de ‘imaginação’ mesmo. A partir desse dia passamos a conversar diariamente, descobrimos várias afinidades. Nós gostávamos de praticamente as mesmas coisas, tínhamos uma visão de futuro bem parecida, tínhamos objetivos parecidos e éramos bem determinadas. Nós começamos a combinar de sair juntas praticamente todos os finais de semana, aos poucos fomos trocando segredos, e em cerca de dias, uma já era parte da vida da outra, parecia que nos conhecíamos desde que nascemos, que crescemos juntas e que sempre fomos amigas.

Em 2008, um desastre aconteceu, não seriamos mais colegas. Passamos dias planejando o que fazer para ela passar para minha turma, mas infelizmente não tinha o que fazer, teríamos que conversar somente fora da sala de aula. Então aproveitamos esse tempo, nos falamos todos os dias, e sempre tinha alguma novidade, um problema ou uma alegria para dividir, nós até brigamos e discutimos algumas vezes, mas era difícil ficar sem falar com a pessoa que mais me entendia.

Durante o ano nós saímos praticamente todos os finais de semana, se não era festa, uma estava na casa da outra, fizemos diversas jantas na casa de amigos, entre outros, para nós nunca teve ‘tempo ruim’ estávamos sempre dispostas a se divertir. Planejamos muitas coisas e vivemos grande parte delas.

Este ano, infelizmente não estamos mais tanto tempo juntas, afinal vamos crescendo, o trabalho e os estudos vão se tornando presentes em nossas vidas e então precisamos nos adaptar para conciliar da melhor forma estes fatos com a amizade. Nós nos falamos quase todo dia, mas normalmente por MSN, orkut e celular, para contar as novidades, para os desabafos e conselhos.

Pessoalmente, poucas vezes durante a semana e nos finais de semana, sempre que possível fazemos aquela festa e passamos horas intermináveis conversando. Essa amizade não acaba, não modifica, nem é substituída. As lembranças nunca serão apagadas, as risadas, as conversas e as maluquices serão sempre eternas e a irmandade, a amizade foi está sendo e sempre será sempre a melhor.”

Litchele Jaeger

Best galera

julho 20, 2009

Nossa amizade começou entre dezembro de 2008 à janeiro de 2009. Claro que alguns já se conheciam ou até mesmo já eram amigos de longas datas. Foi então que através um do outro começamos a nos relacionar. Notamos que tínhamos muitas coisas em comum e que não conseguíamos mais ficar sem essa amizade, por isso hoje formamos uma ‘galera’ – A BEST GALERA.

Criamos até um orkut com esse mesmo nome, para postar as fotos mais incríveis, mais loucas, das jantinhas para colocar o papo em dia, das voltinhas, das longas caminhadas, das festas que nos divertimos muito, das noites que os meninos ficam acordados jogando Play, de um jogo de vôlei que marcamos e que foi o maior ‘fiasco’. Hehehe…

A nossa amizade é a mais linda que existe, onde se mistura meninas e meninos, onde damos boas gargalhadas, mas que também sabemos dar conselhos uns aos outros e até mesmo um puxãozinho de orelha quando necessário.

‘GALERA’- o amor que eu sinto por vocês é incondicional, não consigo imaginar minha vida sem vocês. Obrigada por vocês existirem, obrigada por fazerem parte da minha história. Feliz dia do Amigo para nós e que nossa amizade se fortaleça a cada dia mais.

Ah! – lembrem-se “NEM SEMPRE JUNTOS, MAS NUNCA SEPARADOS”!

Beijos, Si Teixeira’

Aos amigos UUVINHAS…

julho 20, 2009

“Muitas amizades são construídas por anos de convivência, são amizades que nem o tempo desgasta. Passam os anos e a gente continua amigo, passa o tempo, mas sabemos que sempre teremos aquela pessoa para nos apoiar nos momentos bons e ruins, nas horas de dor ou de alegria. O simples fato de nossos caminhos terem se cruzado, a confiança dada a cada um no momento certo ou cada minuto que destinamos a ouvir as palavras de um amigo, nos permite dizer que esses amigos serão eternos e estes são os irmãos que podemos escolher.

Outras amizades passam, são amigos que fazemos em momentos importantes, mas que com o tempo vão se apagando e ficam registrados apenas alguns poucos bons momentos. Amigos esses que conhecemos, mas que por questões de destino ou pequenos contratempos, acabam apenas “passando” por nossas vidas, muitas vezes deixando um pouquinho de si e com certeza levando um pouco da gente.

Mas a nossa história é diferente. Somos um grupo que ri, que se diverte, que dá conselhos, que está unido e mostra que mesmo “adultos” ainda podemos ser crianças!

Nossas noites de faculdade se tornaram mais divertidas, nossa viagem até Lajeado em noites frias e chuvosas se transformou numa grande diversão. Muitas dessas amizades se vão com o tempo, mas hoje temos certeza que muitas histórias teremos para contar aos nossos filhos e netos (não é assim que tem que ser?!?!?!).

A escadinha, o motorista, o copiloto, o “Torinho”, a miss, os olhos verdes, os conselhos, o chimarrão, os brotinhos, os “colegas”, as fofocas, as risadas, os apelidos, as imitações, sem esquecer é claro da nossa comunidade (e olha que ela anda fazendo sucesso). Histórias que ficarão para sempre, e mesmo que muitos de nós não cultivarmos uma amizade eterna, serão lembranças que jamais esqueceremos.

Mesmo que a nossa amizade incomode algumas pessoas, nossa vida passa rápido e precisamos aproveitar cada momento. Já dizia um velho ditado “Cada dia vivido pela metade é um dia que passa em branco! É preciso viver, não basta existir!”.

Aos que se sentem parte da “UUVA” um super abraço e um Feliz Dia do Amigo. E àqueles que de alguma forma ou outra fazem nossas noites mais divertidas, muito obrigada!”

Priscila Mohr

Amizade por meio do zodíaco

julho 20, 2009
Thaíze, Be e Daiane

Thaíze, Be e Daiane

“Oi, meu nome é Thaíze Luiza Pilz, estou no 2º ano A do Colégio Estadual Monte Alverne, e desde a 3ª série estudo no mesmo. Até a 8ª série estudei com minhas melhores amigas, Nicole Keller e Fabiane Rech, mas pra falar a verdade, nos conhecemos desde o tempo que íamos à creche.

Ano passado, fomos para o Ensino Médio. Tivemos que nos separar. Foram longos dias em que eu me senti mais sozinha do que nunca. Um tédio! A turma era todo diferente, mas com o tempo os conheci melhor.

Certo dia, “analisando” trabalhos de artes (sobre nossos signos) de gurias do 1º ano B (eu ia no 1º A), ‘descobri’ que duas delas eram do mesmo signo que o meu (sagitário). Perguntei o dia do aníver delas, e duas surpresas: Daiane Sehnem fazia dia 25.11, dois dias depois do meu. Já a Betina Neumann, fazia dia 23.11, comigo. De cara não acreditamos. A partir daí, ficamos mais amigas do que nunca. Hoje estudamos na mesma turma e pretendemos não nos separar mais.

Uma lição que tive, é que mesmo com as velhas amizades, de muitos anos, devemos ‘fazer novos amigos’. Achava que isso eu não conseguiria. Agora acredito, até porque conheci muitas outras pessoas legais, com os quais estudo hoje. São amigos para todas as horas!”

 Thaíze Pilz

A festa surpresa de Berenice!

julho 20, 2009
Berenice com seus amigos

Berenice com seus amigos

“Bom, com tantas amizades que tenho, boas histórias não faltam. Teria muitas para escrever, muitas mesmo, mas ocupariam o jornal inteiro, rsrs. A mais recente delas foi à festa surpresa que preparam para mim, no meu aniversário, em março. Simplesmente conseguiram organizar uma super festa, sem eu ao menos desconfiar.

Comemoro o meu aniversário no dia 18, que este ano caiu em uma quarta-feira. Para esta data não passar em branco, todos os anos eu fazia alguma coisa, mesmo que fosse só uma torta de bolacha com pasteizinhos. Mas como já tinha gastado muito nas férias de fevereiro, este ano decidi que não faria nada, para não gastar mais dinheiro.

Fiquei triste, por que afinal, aniversário é uma vez por ano e aquele era o meu dia. Algumas amigas ligaram para me parabenizar, outras vieram aqui em casa me dar um abraço ou deixaram um recado no meu Orkut. Até ali eu pensava: ”Tudo bem, pelo menos elas lembraram”.

A quarta-feira passou, venho a quinta e chegou à sexta-feira. Como era costume, nas sextas as gurias me ligavam e combinávamos de ir no “Alemão” (barzinho que tem aqui em Monte Alverne), mas naquele dia ninguém deu sinal de vida. Então eu liguei para elas.

Cada uma me dava uma desculpa diferente, todas tinham compromisso. Então decidi que ficaria em casa, afinal, sair sozinha não teria graça. Foi quando tocou o telefone. Era minha irmã. Perguntou se eu poderia cuidar do meu afilhado, o filho dela. Na hora concordei, porque não teria nada para fazer do mesmo. Fui a casa dela, ficamos eu e o Enzo, brincando. E ela saiu, com a desculpa de que iria fazer as unhas.

Passadas quase duas horas, ela voltou, junto da minha mãe. Me despedi de todos, embarquei no carro com a minha mãe e quando estávamos indo embora, a mana gritou: “Esperem, levem o Enzo junto, depois eu busco ele lá”. Ótimo, adoro a companhia do meu afilhado. Ele embarcou no carro e fomos em direção a minha casa.

Naquele momento eu já estava um tanto estressada. Tanto, que nem reparei que as unhas de minha irmã não estavam arrumadas. Afinal, ficar em casa, numa sexta-feira de verão e ir dormir cedo, não era o melhor programa para uma guria de 21 anos. Chegamos em casa, minha mãe insistiu para que eu a acompanhasse até a garagem para buscar uma coisa. Ela tem medo de escuro e a garagem da nossa casa tem pouca iluminação, se tornando até sinistra à noite. Eu esbravejei com ela. Afinal eu estava com um menino de 2 anos no colo e estava louca para entrar na sala e me atirar o sofá. Gritei, xinguei, mas fui junto. Quando eu ainda estava “reinando”, abri a porta da garagem e quase cai dura no chão. A minha mãe pegou o Enzo, que estava no meu colo, se não eu teria deixado o coitadinho cair, tamanha foi a minha surpresa.

Lá estavam todos eles, OS MEUS AMIGOS. Naquela hora a única reação que tive foram as lágrimas. Lágrimas de emoção, por ter ao meu lado aquelas pessoas tão especiais. Fizeram toda uma produção. Tinha balão, negrinhos, torta, apitos e todos estavam usando chapeuzinhos de festa de criança.

Foi lindo. Não poderia ter sido mais perfeito. Comemorei o meu aniversário como nunca e ao lado deles, OS MEUS AMIGOS. Aqueles, que eu pensei que tivessem me esquecido naquela sexta-feira. Jamais esquecerei esta homenagem. Ficará para sempre em minha memória, assim como eles ficarão para sempre no meu coração.

Um beijo grande para os responsáveis por tudo isso: Alice, Dani, Diego, Rosana, Nina, Junior, Marina, João, Taty, Henrique, Chú, Nando, Renan, Nune, Beto, Léli, Michel, Monique, Anna Karina e Ismael. E é claro, sem esquecer da minha mamãe Marlise, da minha mana Adelita, do meu cunhado Fabiano e do meu afilhado Enzo, que são também grandes amigos. É para eles que vai a minha homenagem neste DIA DOS AMIGOS.

“Eu posso suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!”

As amigas Marina e Bruna

julho 20, 2009
Marina e Bruna

Marina e Bruna

“Oii. Eu tô aqui pra falar de uma data muito especial, que é o dia do amigo. E amigo, a gente sabe o quanto é importante em nossa vida. Nessa foto está ilustrada eu (Marina) e minha melhor amiga (Bruna). Esse dia foi muito divertido para nós, tenho certeza de que nunca esqueceremos, pois nos divertimos bastante e aproveitamos muito.

Também vale lembrar de outros momentos que eu passei com ela, que foram muuuito especiais, apesar de estarmos, atualmente, um pouco distantes, nunca esqueço dela, está presente comigo em todo momento. Nunca vou me esquecer dos fins de semanas que passamos na casa do meu avô, onde fazíamos de tudo. Dos dias que ela vem dormir aqui em casa e procuramos manter todas as novidades e fofocas que rolam em dia, dos dias a tardinha que saíamos para dar voltas na quadra e ríamos muito, das bobagens que a gente sempre falava durante as aulas chatas, das festas onde pagávamos os piores micos, enfim, muitos momentos deixarão saudades!

Quero, primeiramente à ela, desejar um feliz dia do amigo, por estar sempre do meu lado, não importa o momento, e à todas outras pessoas também que tem seu (sua) melhor amigo (a). Obrigada por tudo Bruna, e um beijo a toda galeera :*”

 Marina

As amigas Fernanda e Dandara

julho 20, 2009

“Meu nome é Fernanda e venho para contar a minha história com a minha super amiga Dandara. Tudo começou no segundo dia de aula em uma escola totalmente nova pra mim. Nem tinha noção que eu ia conhecer uma pessoa tão especial assim.

Quando cheguei à escola dei de cara com àquela menina que parecia a mais patricinha de todas com seu cabelo longo e enrolado milimetricamente. Ela conquistou meu coração. Depois de algum tempo descobri que ela não era aquela patricinha que eu pensei que era.

Ela era uma menina super legal. Com ela compartilhei e compartilho meus maiores segredos, aqueles que nem as paredes do meu quarto sabem. Também compartilho meus melhores e piores momentos. A Dandara é meu porto seguro. Mesmo estando longe dela agora sei que ela vai ser sempre minha amiga e que vai sempre estar ao meu lado e me apoiar nos momentos mais difíceis.

Porque final ela é minha melhor amiga. Dandara só queria te dizer que TE AMO MUITO!”

 Fernanda Lopes